Mercado de Trabalho

economista 15/03/2012


A atividade profissional privativa do Economista exercita-se liberalmente ou não, por estudos, pesquisas, análises, pareceres, perícias, arbitragens, laudos, cálculos, esquemas ou certificados sobre assuntos compreendidos no seu campo profissional (Resolução COFECON 860/74), inclusive por meio de planejamento, implantação, orientação, supervisão ou assistência dos trabalhos relativos às atividades econômicas ou financeiras em empreendimentos públicos, privados ou mistos, ou por qualquer outro meio que objetive técnica ou cientificamente o aumento ou a conservação do rendimento econômico.

Os documentos referentes à ação profissional de que trata qualquer trabalho, ou atividade à que se refere estes pontos, só terão valor jurídico quando assinados por economistas devidamente registrados no seu respectivo Conselho Regional.


Notícias Relacionadas

LER MAIS

Corecon-PB disponibiliza peritos econômico-financeiros à OAB-PB

14.05.2019

O presidente do Conselho Regional de Economia da Paraíba, Celso Mangueira disponibilizou à Seccional paraibana da Ordem dos Advogados os qualificados serviços dos peritos econômico-financeiros cadastrados e registrados no Órgão.

LER MAIS

Para presidente do Corecon-PB, antecipação do 13º alivia as finanças do Estado

14.05.2019

Celso Mangueira diz que a economia do País ainda não decolou e defende união dos políticos pela aprovação da reforma da Previdência