Anel do Economista

Estudante 10/04/2012


A pedra água marinha na cor azul, a cor do economista.Ao lado o caduceu, símbolo de Mercúrio Deus do comércio.

O bastão representa a força, poder e supremacia.

As serpentes simbolizam a sabedoria.

O cetro de Hermes Deus da alquimia recebido de Apolo em troca de uma lira de sua invenção, simbolizando os dois princípios contrários que devem unificar, quer sejam o enxogre e o mercúrio, o fixo e o volátil, o úmido e o seco, o quente e o frio.

 As duas espadas cruzadas, a lei de oferta e demanda, objeto de estudo do economista.

O pergaminho com a escrita CODEX: “economia. Do outro lado a tábua de leis com a legenda LEX, que regem nossa constituição.

O capacete com duas asas que representam atividade e diligência.


Notícias Relacionadas

LER MAIS

Corecon-PB disponibiliza peritos econômico-financeiros à OAB-PB

14.05.2019

O presidente do Conselho Regional de Economia da Paraíba, Celso Mangueira disponibilizou à Seccional paraibana da Ordem dos Advogados os qualificados serviços dos peritos econômico-financeiros cadastrados e registrados no Órgão.

LER MAIS

Para presidente do Corecon-PB, antecipação do 13º alivia as finanças do Estado

14.05.2019

Celso Mangueira diz que a economia do País ainda não decolou e defende união dos políticos pela aprovação da reforma da Previdência