Famílias mais pobres buscam mais crédito e fazem demanda se recuperar

Noticias 12/11/2012

As famílias que ganham até R$ 500 buscaram mais crédito em outubro e fizeram a demanda crescer 17,2%, o que demonstra uma recuperação perante a queda de 16,5% em setembro, segundo o Indicador Serasa Experian da Demanda do Consumidor por Crédito divulgado nesta segunda-feira (12).


As famílias que ganham até R$ 500 buscaram mais crédito em outubro e fizeram a demanda crescer 17,2%, o que demonstra uma recuperação perante a queda de 16,5% em setembro, segundo o Indicador Serasa Experian da Demanda do Consumidor por Crédito divulgado nesta segunda-feira (12).

As camadas mais pobres da população responderam por 16,3% do aumento da busca por crédito. Entre aqueles que recebem R$ 500 e R$ 1.000, a demanda subiu 17,4%, enquanto que as famílias com rendimento mensal entre R$ 1.000 e R$ 2.000 elevaram 18,2% a procura.

Em contrapartida, quem ganha mais buscou menos crédito: 13% de crescimento para os consumidores cuja renda mensal ultrapassa R$ 10.000; e 15,5% para aqueles que recebem entre R$ 2.000 e R$ 5.000 por mês.

Os economistas da Serasa Experian argumentam que o resultado favorável é devido a estímulos como redução dos juros e também às contas em dia, demonstradas pela redução dos níveis de inadimplência.

Regionalmente, o maior crescimento foi verificado no Sudeste, com alta de 26,8%.

 

Fonte: http://noticias.r7.com/economia


Notícias Relacionadas

LER MAIS

Declaração Negativa de Comunicação COAF.

16.01.2019

Época de Entregar a Declaração ao COAF.

LER MAIS

Declaração Negativa de Comunicação COAF.

16.01.2019

Época de Enviar a Declaração Negativa de Comunicação COAF.