Reunião administrativa anual com os presidentes dos CORECONs nordestinos

Noticias 24/07/2013


 O Conselho Federal de Economia, sob a presidência do seu vice-presidente, Luiz Alberto Machado, realizou na manhã dessa quinta-feira (18), na sede do CORECON-BA, reunião administrativa anual (despacho executivo) com os presidentes dos CORECONs do NE.

 

 

O presidente do CORECON-PB, Celso Mangueira, participou da reunião juntamente com os presidentes dos CORECONs: Marcos Calheiros (CORECO-AL), Henrique Marinho (CORECON-CE), Fernando Aquino (CORECON-PE), Airton Soares (CORECON-RN), Luiz Espíndola (CORECON-MA), Francisco de Sousa (CORECON-PI) e Hermany Ferreira (CORECON-SE). Participaram também da reunião o conselheiro federal Ney Cardim, a Coordenadora do Sistema, Aline Tales e o Assessor do COFECON Carlos de Castro.

 

Na abertura da reunião o vice-presidente, Luiz Machado, destacou a importância desta aproximação entre a presidência do Federal e dos Regionais, em seguida, fez um balanço do programa de trabalho 2013, ressaltando o CORECON Acadêmico, uma medida que teve sucesso nos estados de Goiás e do Paraná, que os CORECONs devem colocar em prática, bem como a realização das Gincanas Regionais de Economia. Na sequência, solicitou a divulgação, o apoio e a efetiva participação dos economistas da região no XX CBE – Congresso Brasileiro de Economia, em Manaus.

 

Entre os problemas vividos pela maioria dos regionais nordestinos, a vice-presidência destacou a situação econômico-financeira, em alguns casos, muito preocupante, inclusive do COFECON, e pediu que sejam colocadas em prática ações de fiscalização, de cobranças e de contenção de despesas. Tema amplamente discutido pelos presentes, que, não só relataram, as providências, com também as causas desse desequilíbrio financeiro.

Machado falou ainda do aperfeiçoamento da Lei no 1.441/51 que dispõem sobre a nossa profissão e da interferência do COFECON para a aprovação do Projeto de Lei no 658//2007 em tramitação no Congresso, que na sua avaliação, após último contato com o relator, o Senador do PI Inácio Arruda, deverá ser aprovado ainda este ano.

 

Finalmente, tratou das próximas eleições do Sistema COFECON/CORECONS cujo processo iniciar-se-á em 30 deste mês com designação da Comissão Eleitoral pelo CORECON.

 

Entre os assuntos trazidos pelos regionais, destacam-se os projetos de valorização dos economistas, o projeto Economista na Prefeitura, a realização de cursos para os economistas, a aquisição de sede própria, já que, no Nordeste, alguns deles funcionam em prédios alugados, o fechamento de cursos de economia, os preparativos para a realização da Semana do Economista, o enquadramento das empresas consultorias econômico-financeiras no Sistema Simples, a inclusão de outros Conselhos na prática de audiências de conciliação em execução fiscal, a conclusão do processo de migração de dados para o sistema informatizado de gerenciamento e controle financeiro.

 

O Conselheiro Federal e membro da Comissão de Tomada de Contas Ney Cardim, lembrou aos presidentes regionais a necessidade da intensificação das cobranças administrativas e da fiscalização, sendo que esta deve ser respaldada num Plano de Fiscalização. Ações que o TCU irá cobrar quando da avaliação dos Relatórios de Prestação de Contas elaborados pelos CORECONs.

 

A avaliação quanto ao encontro foi positiva pelos presidentes de CORECONs, que consideram que os despachos executivos permitem ao Sistema conhecer e resolver problemas de forma mais direta, de acordo com as necessidades de cada região, bem como disseminar pelo sistema COFECON/CORECONs as ações desenvolvidas com êxito pelos Regionais.


Notícias Relacionadas

LER MAIS

Declaração Negativa de Comunicação COAF.

16.01.2019

Época de Entregar a Declaração ao COAF.

LER MAIS

Declaração Negativa de Comunicação COAF.

16.01.2019

Época de Enviar a Declaração Negativa de Comunicação COAF.