Contratos de juros futuros operam em baixa após IBC-BR

Noticias 18/05/2012

Os contratos futuros de juros operam em baixa e o contrato para janeiro de 2021 chegou a retornar, brevemente, a um dígito por um curto momento.


O movimento responde à queda de 0,35% do índice de atividade econômica do Banco Central (IBC-BR) em março, na comparação com fevereiro, na série com ajuste sazonal. O fraco resultado do dado e do trimestre pode postergar o cenário de recuperação da economia brasileira.

Às 10h08, o DI janeiro de 2013 indicava 7,75%, de 7,79% no ajuste. Entre os longos, o DI janeiro de 2021 apontava 10%, de 10,09% no ajuste, após um breve mergulho a um dígito levar a taxa desse vencimento para 9,96%.

"O IBC-Br mostra que o primeiro trimestre foi dramático e ameaça o piso de 2,7% para o ano", comentou um operador de uma corretora norte-americana que atua no segmento de Dis, referindo-se ao comentário do ministro da Fazenda, Guido Mantega, em entrevista  para o Grupo Estado. Em qualquer hipótese para a crise, o ministro assegurou que o crescimento do Brasil este ano será maior dos que os 2,7% obtidos no ano passado.

A corretora norte-americana está revisando os dados do PIB do primeiro trimestre e, potencialmente, pode ajustar para algo entre 0,3% e 0,4% de crescimento na margem, ante o quatro trimestre. Esse também é o porcentual com o qual o governo estaria trabalhando, conforme informou uma fonte do governo.

"Esta variação negativa registrada em março, contrariando os sinais mais favoráveis vindos do desempenho do consumo das famílias, sugere uma expansão moderada para o PIB do primeiro trimestre", observam economistas do Bradesco em relatório distribuído nesta sexta-feira.

 

Fonte: http://economia.estadao.com.br
 

 

 


Notícias Relacionadas

LER MAIS

Declaração Negativa de Comunicação COAF.

16.01.2019

Época de Entregar a Declaração ao COAF.

LER MAIS

Declaração Negativa de Comunicação COAF.

16.01.2019

Época de Enviar a Declaração Negativa de Comunicação COAF.