Seca puxa economia nordestina para baixo no 1º tri, diz consultoria

Noticias 23/05/2012

A economia nordestina encolheu 0,4% na passagem do último trimestre de 2011 para o primeiro deste ano, feitos os ajustes sazonais, segundo o Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) Nordeste.


No mesmo período, segundo o indicador geral, a atividade econômica no país aumentou 0,15%. Para Adriano Pitoli, economista da Tendências Consultoria, a seca que atinge boa parte dos Estados nordestinos puxou para baixo o ritmo da atividade econômica da região neste início de ano.

Mais cedo, em outro relatório, o Banco Central informou que a economia nordestina apresentou contração de 0,5% no trimestre encerrado em fevereiro.

A perda de dinamismo da economia nordestina não veio da indústria, nem do comércio. Nos primeiros três meses do ano, a produção industrial de Ceará, Pernambuco e Bahia, três Estados pesquisados pelo IBGE, avançou 3,6% sobre o último trimestre do ano passado na série dessazonalizada.

Na mesma comparação, as vendas do varejo tiveram alta de 4,8%, segundo cálculos da LCA Consultores com base na Pesquisa Mensal do Comércio (PMC). O resultado é uma forte aceleração em relação aos últimos três meses de 2011, quando o comércio havia crescido apenas 0,2% na região.

 

Fonte: http://www.valor.com.br


Notícias Relacionadas

LER MAIS

Declaração Negativa de Comunicação COAF.

16.01.2019

Época de Entregar a Declaração ao COAF.

LER MAIS

Declaração Negativa de Comunicação COAF.

16.01.2019

Época de Enviar a Declaração Negativa de Comunicação COAF.