Economistas juntos em João Pessoa XXXII Encontro de Entidades de Economistas do Nordeste

27/05/2024

O XXXII Encontro de Entidades de Economistas da Região Nordeste (ENE) que teve como tema central “A Interiorização do Desenvolvimento do Nordeste” convocado pelo presidente do Corecon-PB, Celso Mangueira, e ocorreu nos dias 24 e 25 de maio na capital paraibana, foi altamente produtivo e os seus resultados
irão contribuir para o processo de expansão e desenvolvimento de atividades econômicas, sociais e culturais para áreas do interior da região nordestina na busca de descentralizar as atividades que normalmente se concentram nas grandes cidades do Nordeste levando-as para regiões menos desenvolvidas.
O evento teve como palco o auditório do SINCONTABIL no Live Mall Shopping com transmissão ao vivo pelo You Tube Corecon-PB, e contou com 18 economistas como expositores tratando dos desafios, oportunidades para o desenvolvimento do interior da Região Nordeste e reuniu economistas, outros profissionais, professores, alunos de graduação e pós-graduação em economia, dirigentes públicos e privados e convidados especiais.
A temática do XXXII ENE e os painéis foram propostos com o objetivo de promover o debate sobre a realidade socioeconômica do Nordeste e apontar as perspectivas, desafios e oportunidades da interiorização do desenvolvimento sustentável. Além disso, subsidiar as entidades públicas e privadas na elaboração de estratégias de negócios para a região, definir cadeias de ações e propostas aos planos de governos estaduais e municipais, inclusive dos candidatos que se submeterão às eleições municipais em 2024.
O Encontro teve início na noite do dia 24 com a formação da mesa oficial de abertura composta das seguintes autoridades: o presidente do CORECON-PB Celso Mangueira, o presidente do COFECON, Paulo Dantas, a secretária nacional do MIDR, Adriana Melo, o Vice-Presidente do CORECON-SP, Odilon Guedes, a presidente do CORECON-PE, Poema Sousa, a coordenadora da comissão de desenvolvimento regional do COFECON, Tânia Teixeira, o diretor da CEPLAN, Jorge Jatobá. e o diretor institucional do SINCONTABIL-PB, Tarciso Martins.
Já dentro do tema do encontro, o economista e diretor da CEPLAN - Consultoria Econômica e Planejamento, Jorge Jatobá, abordou “Oportunidades e Desafios para o Desenvolvimento do Nordeste”. Em seguida, a secretária nacional de políticas de desenvolvimento regional e territorial do MIDR, arquiteta e urbanista Adriana Melo Alves, tratou da “A interiorização do desenvolvimento do Nordeste”.
Na manhã do dia 25, o economista e assessor do SindusconJP, Werton Oliveira, ministrou a palestra “Cenário econômico do Nordeste e perspectivas futuras” mediada pelo professor da UFPB e presidente da ANPEC, Cassio Besarria.
Na sequência, o diretor de planejamento do BNB, Aldemir Freire, tratou do “Nordeste: uma região de oportunidades” que teve como medidor o superintendente do Corecon-RN, Ricardo Valério.
Encerrando a programação da manhã, o vice-presidente do Corecon-SP, Odilon Guedes, abordou o tema Orçamento Público - o Papel do Estado no Desenvolvimento Regional que contou com a mediação do presidente do Cofecon, Paulo Dantas.
No início da tarde, o pesquisador do IPEA Bruno de Oliveira Cruz apresentou o tema “Política regional: instrumentos e perspectivas para o Nordeste” mediado pelos presidentes do Corecon-PE, Poema Isis Souza, e do Corecon-PI, Dorgilan Rodrigues da Cruz.
Encerrando a programação das palestras, o professor da UFPB e sócio fundador do Fórum Celso Furtado de Desenvolvimento da PB, Paulo Fernando Cavalcanti, apresentou “A Regionalização da Nova Política Industrial” com a mediação da conselheira federal Ana Cláudia Arruda.
As exposições fixaram a ideia de que a interiorização do desenvolvimento econômico nordestino é viável e precisa ser buscada diária e incessantemente.
Mas nesta busca não devemos esquecer jamais o respeito ao meio ambiente – a caatinga, o nosso bioma exclusivo – à responsabilidade social: à educação em todos os níveis, à capacitação profissional, à inclusão social e à distribuição de renda.
E, ainda, para alcançar o desenvolvimento econômico sustentado é preciso ter infraestrutura, estradas, ferrovias, portos, aeroportos, energia e, acima de tudo, educação, tecnologia aplicada, inovação.
Como também para estimular o desenvolvimento necessitamos criar um ambiente que gere confiança dos empreendedores e investidores.
O Sistema COFECON/CORECONs nestes dois dias reuniu economistas e outros profissionais de forma virtual e presencial das mais diferentes regiões do País e espera contar com a participação de todos para o sucesso desta empreitada: a interiorização do desenvolvimento da Região Nordeste


Seminário o Futuro das águas do Rio Sao Francisco. A água chegou. E agora?

Eventos Relacionadas

LER MAIS

Encontro de Entidade de Economistas do Nordeste na Universidade Federal de Campina Grande - UFCG

25.04.2024

Encontro de Entidade de Economistas do Nordeste na Universidade Federal de Campina Grande - UFCG. O evento teve duas palestras:

1. Marca pe...

LER MAIS

XIII PRÊMIO PARAÍBA DE ECONOMIA PROFESSOR CELSO FURTADO

14.03.2024

Escreva sua monografia e concorra a prêmios em dinheiro na categoria de melhor trabalho de conclusão de curso de Graduação em Economia para ins...

LER MAIS

CORECON-PB empossa os novos Conselheiros para triênio

05.01.2024

Na Sessão Plenária de 5 de janeiro de 2024, o CORECON-PB empossou os seis novos Conselheiros (3 efetivos e 3 suplentes) que atuarão em prol dos ...

LER MAIS

Solenidade do Dia do Economista

14.08.2023

Solenidade do Dia do Economista

...